Central de Atendimento

(54) 3046-1009

bomconselho@bomconselho.net

Parquinho

PROPOSTA PEDAGÓGICA DO PARQUINHO ESCOLAR



1) Objetivo geral:


Favorecer o desenvolvimento de habilidades motoras, comunicativas e sociais, com vistas a permitir a exploração pedagógica das potencialidades infantis por meio do brincar contribuindo para o desenvolvimento físico e mental saudáveis.

 

 

2) Objetivos específicos:


a. Constituir um espaço educativo onde as crianças possam brincar sem cobrança de desempenho;
b. Contribuir para o desenvolvimento das habilidades motoras, intelectuais, afetivas, comunicativas e sociais das crianças;
c. Proporcionar tempo e espaço para o desenvolvimento das múltiplas potencialidades motoras e intelectuais das crianças;
d. Oportunizar espaços de interação onde as crianças possam manifestar suas potencialidades por meio de brincadeiras livres;
e. Incentivar a valorização do brinquedo como atividade pedagógica promotora do desenvolvimento físico, intelectual, afetivo e social.

 

 

3) A importância do brincar:


O brincar no parquinho escolar não se reduz apenas a uma estratégia para que as crianças possam extravasar toda sua energia. É por meio de brincadeira livres e das situações que criam, individualmente ou em grupo, que elas buscam compreender e explicar o mundo à sua volta. Assim, é comum ver e ouvi-las durante as brincadeiras espontâneas imitando movimentos, ações e posturas que vivenciam em casa, na rua e na escola. A imitação é uma das formas que elas encontram para fixar e manipular as informações que estão a sua volta. Além disso, as brincadeiras espontâneas são as mais apreciadas pelas crianças, já que podem expressar sua liberdade de criação e de instituição de suas próprias regras, sendo o parquinho, então, um lugar propício para tais expressões infantis.


Os atos de correr, pular, subir, descer, escorregar e movimentar os brinquedos de um parquinho contribuem para um desenvolvimento saudável, trazendo ótimos resultados para a saúde física e mental das crianças. O parquinho, nesse sentido, oferece boa parte dos recursos indispensáveis para um bom crescimento. Para as crianças, o parquinho não é apenas um lugar para brincar. É um espaço que contribui para o desenvolvimento de habilidades motoras e sociais que serão úteis ao longo da vida e contribuirão para o processo de aprendizagem escolar, pois os brinquedos permitem que meninos e meninas explorem e experimentem na prática conceitos como deslocamento, espaço, força, tempo e movimento. Por outro lado, também, favorecem a socialização com outras crianças e com os educadores, assim como, o contato com a natureza, por isso, ir ao parquinho é muito estimulante para as crianças, sendo então uma das atividades propostas na escola, para ampliar suas aprendizagens, assim como, torná-las prazerosas.


Os brinquedos típicos dos parquinhos favorecem de forma significativa o desenvolvimento de habilidades motoras, contribuindo para o processo de descoberta infantil em relação as suas próprias capacidades, potencialidades e limites corporais, ao mesmo tempo em que permitem o aprimoramento das habilidades sociais e de comunicação. Dessa forma o parquinho escolar é um espaço educativo que vem a somar com a proposta pedagógica do Colégio Salvatoriano Bom Conselho que busca pela formação integral de seus educandos.

 

 

4) Princípios Educativos:


a) Éticos: busca-se o desenvolvimento da autonomia, da responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao outro.
b) Políticos: busca-se promover o exercício dos princípios democráticos de convivência social;
c) Estéticos: prima-se pelo desenvolvimento de atividades voltadas para exercício da sensibilidade, do espírito inventivo e da curiosidade pelo inusitado.
d) Científicos: busca-se oportunizar espaços de exploração da natureza e dos recursos disponíveis, vivenciando e experimentando conceitos científicos por meio do brincar.
e) Intelectuais: busca-se o aprimoramento das potencialidades infantis, por meio do desenvolvimento das habilidades motoras, intelectuais, comunicativa, sociais e afetivas.

 

 

5) Metodologia:


O uso do parquinho é determinado pelo interesse espontâneo que cada criança manifesta pelos brinquedos e recursos disponíveis, sendo o espaço de livre expressão e experimentação, assim como, de desenvolvimento da coordenação motora e da convivência social. É nesse espaço de brincadeira livres que as crianças podem criar e instituir suas próprias regras, explorando o seu entorno físico, social e moral. Por exemplo, brincar no balanço ensina aprender a esperar a sua vez e partilhar os brinquedos, assim como, brincar na gangorra precisa da cooperação de um colega. Desse modo, as múltiplas interações estabelecidas na brincadeira livre e na exploração do espaço constituem-se atividades educativas significativas para o desenvolvimento infantil.

 

 

6) Organização do espaço:


A disposição dos brinquedos no parquinho procura garantir a segurança das crianças, agilidade, movimentação e exploração de todos os recursos disponíveis.

 

 

7) Regras de convivência:


Todo espaço educativo precisa de regras para que de fato cumpra sua função. Nesse sentido, o uso do parquinho é guiado por quatro regras básicas que buscam reforçar os laços de cooperação, respeito entre os sujeitos e destes com o ambiente social em que estão inseridos. São elas:


a) Ninguém brinca sozinho: visa desenvolver o sentido de grupo e uma educação para a vida comunitária e política;
b) Tudo é de todos: visa o desenvolvimento da cooperação como princípio democrático de convivência;
c) Brincar é cuidar: visa despertar o sentido de ordem e de corresponsabilidade com aquilo que é de todos;
d) Brincadeira também tem regras: visa o desenvolvimento do respeito pelas regras sociais que garantem a segurança e o bem estar de todos.

 

 

8) Referências:


BARBOSA, M. C. S.; HORN, M. G. S. Projetos pedagógicos na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2008.

MOREIRA, W. W; NISTA-PICCOLO, V. L. Corpo em movimento na educação infantil. São Paulo: Cortez, 2012.

ESTA ENTIDADE TEM CERTIFICADO DE ENTIDADE BENEFICENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CONCEDIDO PELO CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, PARA PRESTAR ATENDIMENTO A PESSOAS CARENTES.

Localização

Colégio Salvatoriano Bom Conselho Rua Antônio Araújo, 666
Centro - Passo Fundo - RS
CEP 99010-220
Fone/Fax (54)3046-1009 bomconselho@bomconselho.net